Odisseia estreia a série documental “Odisseia Vulcânica”

O canal Odisseia convida os espectadores a embarcar numa “Odisseia Vulcânica”, filmada em 4K/UHD, aos cinco vulcões com maior atividade do planeta na companhia do aventureiro e vulcanólogo Thomas Pfeiffer, que juntamente com a sua equipa criaram uma “agência de viagens” bastante peculiar e que servirá de anfitriã todos os domingos, a partir de dia 1 de outubro, às 18h30.

Dos 550 vulcões ativos no planeta, poucos são realmente destrutivos. Por isso, há cada vez mais aventureiros dispostos a viajar para os lugares mais remotos com o objetivo de presenciar verdadeiras cascatas de lava capazes de colocar à prova esta equipa de cientistas experientes e os seus guias nativos.

“Indonésia, Ilha de Fogo” inaugura esta série documental dia 1 de outubro com uma viagem até aos vulcões mais remotos da Indonésia, o coração de um dos fenómenos naturais mais dramáticos e imprevisíveis da natureza, onde é possível encontrar dois “monstros do fogo” que se encontram entre os vinte mais ativos do mundo.

No dia 8 de outubro, o documentário “Os Fogos de Don Goyo” tem como cenário o epicentro de uma grandiosa luta tectónica que deu origem a dois dos vulcões mais ativos do mundo, o Colima e o Popocatepetl. Com a expectativa do aumento da sua feroz atividade, será no México próximo grande cataclismo?

A Indonésia é um dos países vulcanicamente mas ativos do mundo. No dia 15 de outubro, no documentário “Um Lugar Infernal”, o Odisseia viaja companhia do cientista Tom Pfeiffer até à Ilha de Java para fotografar o epicentro dos fenómenos vulcânicos mais extremos do planeta.

“Gigantes Inquietos” é o quarto episódio desta série que acompanha dia 22 de outubro o intrépido vulcanólogo Tom Pfeiffer, numa viagem perigosa até alguns dos mais perigosos vulcões do Japão, que podem estar muito perto de desencadear uma devastadora sequência de erupções mortais e um aumento da atividade sísmica.

Esta série documental termina no dia 29 de outubro, com a estreia de “No Caminho de um Vulcão” numa viagem com dois destinos: o Kilauea do Havai, um vulcão em escudo que ameaça as comunidades locais com o seu lento mas implacável fluxo de lava, e o monte Sinabung de Sumatra, um estratovulcão que liberta a sua fúria através de uma repentina e explosiva corrente de gás e rocha sobreaquecida.

 

Docapesca abriu concurso para requalificação da lota de Tavira

A Docapesca abriu em 20 de setembro o concurso para a requalificação da lota de Tavira, cujo investimento ascenderá a 420 mil euros. Prevê-se que a obra esteja concluída no 3º trimestre de 2018.

A intervenção terá como principais características:

– Uma estrutura porticada em betão armado, com fundações em sapatas e lintéis.
– Substituição da cobertura por um sistema de laje maciça e impermeabilizada pelo exterior.
– Criação de condições para a atribuição de Número de Controlo Veterinário (NCV).
– Integração de janela panorâmica no alpendre do alçado nascente, que permitirá aos transeuntes observar o funcionamento da lota.
– Parede do alçado sul destinada à instalação, por parte da Câmara Municipal de Tavira, de um mural alusivo à cidade e à sua relação com a pesca.

 

CANAL PANDA ESTREIA “Caderneta do Panda”

Depois do êxito de “Código Panda”, o Canal Panda volta a apostar no formato concurso infantil, convidando as crianças a completar a “Caderneta do Panda” a partir de domingo, dia 1 de outubro, às 18h00, num programa que conta com vários jogos lúdicos e pedagógicos, incluindo, pela primeira vez, um jogo de realidade virtual.

O concurso “Caderneta do Panda”, apresentado pelo ator e apresentador Francisco Garcia, é um formato destinado a crianças em idade pré-escolar (5-7 anos), com 52 episódios de 15 minutos, produzidos pela SP Entertainment. Criada e interpretada pela banda portuguesa ÁTOA, a música do genérico conta com uma divertida melodia que ficará no ouvido de todas as crianças.

Cada programa coloca em jogo duas duplas de concorrentes que, através de duas provas interativas e uma atividade física, vão amealhando estrelas num jogo inédito de realidade virtual que irá ditar quem é a equipa a figurar na grande “Caderneta Dourada dos Vencedores”.

Exibida aos sábados e domingos, às 18h00, a mais recente produção própria do Canal Panda contempla ainda o lançamento da aplicação gratuita “Caderneta do Panda” que irá estar disponível para dispositivos Android e iOS, oferecendo semanalmente dois novos jogos interativos para jogar com a família.

Esta iniciativa do Canal Panda inclui ainda uma caderneta de cromos física, com uma linha de cromos autocolantes colecionáveis, licenciados pela Concentra – Produtos para Crianças SA, num projeto pioneiro, já que é a primeira vez em Portugal que um produto licenciado é lançado em simultâneo com o conteúdo televisivo nacional no qual é inspirado.

A “Caderneta do Panda” já está disponível em hipermercados, supermercados e redes de quiosques de todo o país pelo preço de 2€ e de 0,60€ por cada saqueta de cromos.

“A “Caderneta do Panda” é uma importante aposta do Canal Panda, que além de dar continuidade ao formato concurso infantil, depois do sucesso de “Código Panda”, reúne outras características inovadoras como o lançamento de uma aplicação móvel, uma caderneta física, uma música original e uma componente tecnológica e digital, através da Realidade Virtual, inteiramente pensadas para dar corpo a este projeto. Desta forma, tornamos esta produção própria mais apetecível para toda a família, disponibilizando um único conteúdo em vários suportes e garantindo que pais e filhos partilham uma atividade lúdica e pedagógica, aumentando a hipótese de criar memórias especiais”, refere a Diretora do Canal Panda, Maria João Martins.

Depois de “Código Panda”, que estreou no último trimestre de 2016, tornando-se num dos programas mais vistos do canal, com picos de mais de 130.000 espectadores, o Canal Panda estreia a “Caderneta do Panda”, formato que vem reforçar a já extensa aposta do canal em conteúdos especificamente desenhadas de acordo com as preferências das crianças portuguesas, contando já, desde a sua criação em 1996, com mais de 20 produções próprias, tais como: “Panda Dicas”, “Panda Sport”, “Panda Doc”, “Panda Atelier”, “Família Panda”, “Panda Jardineiro”, “Bairro do Panda” e “Panda e os Amigos”.

 

José de Mello Saúde, S.A. emite empréstimo obrigacionista de 50 milhões de Euros a 6 anos com uma taxa de juro fixa de 4%

A José de Mello Saúde, S.A. anunciou hoje ter concluído os termos de um empréstimo obrigacionista no montante de 50 milhões de Euros, pelo prazo de 6 anos, a uma taxa de juro fixa de 4%.

A emissão foi colocada junto de investidores institucionais, com 20% colocados entre investidores internacionais, e será solicitada a admissão à negociação das obrigações nos mercados regulamentados Euronext Lisbon e Luxembourg Stock Exchange.

Nesta emissão o Banco Finantia, S.A. e o Banco Santander Totta, S.A. atuaram como Joint Lead Managers.

Com este empréstimo obrigacionista a José de Mello Saúde, S.A. pretende refinanciar a atividade corrente e fazer face a novas oportunidades de investimento, bem como alargar a maturidade média da sua dívida.

 

NOVO BANCO lança hoje nova campanha de recursos “A Pouparia”

O NOVO BANCO lança hoje, dia 21 de setembro, uma nova campanha de poupança que tem por base um “Menu” de depósitos inovadores no mercado, agregados num conceito comum: “A Pouparia”. Se os devoradores de livros têm a livraria, os amantes de sapatos a sapataria, até os que não passam sem um hambúrguer têm uma hamburgueria, o NOVO BANCO abre agora “A Pouparia”, a pensar nos que gostam de poupar.

“A Pouparia” posiciona, assim, os balcões do NOVO BANCO como lojas especializadas em poupança, nas quais clientes e não clientes podem adquirir uma poupança à sua medida, organizados num “Menu”: seja por objetivos, definindo facilmente na NB smart app para o que querem poupar e em quanto tempo o querem fazer, seja para tentar a sorte e poupar uma viagem com o sorteio semanal de viagens para quem subscreve o DP NB Viagem. Até para quem faz anos, o “Menu” da “A Pouparia” do NOVO BANCO tem uma atenção especial, com um depósito a prazo que remunera de acordo com a idade dos seus clientes.

Esta campanha, desenvolvida pela BBDO, estará em todas as agências do NOVO BANCO, na rádio e em digital.

 

Valor do pescado comercializado nas lotas portuguesas subiu 3,3%, para 137 milhões de euros, nos primeiros oito meses de 2017

O pescado transacionado nas 47 lotas e postos da Docapesca, nos primeiros oito meses deste ano, ascendeu a 137,2 milhões de euros, o que representa um crescimento de 3,3% em comparação com os 132,9 milhões do período homólogo de 2016.

O preço médio por quilo subiu de 2,01 para 2,13 euros, traduzindo-se num crescimento de 6,2 % face ao mesmo período do ano anterior.

Esta valorização do pescado permitiu aos pescadores melhorar o seu rendimento face a 2016, apesar da redução do volume capturado de 66,2 para 64,3 mil toneladas (-2,8%).

A lota de Peniche foi responsável por 24,5 M€, seguindo-se Sesimbra (15,9 M€), Matosinhos (14,5 M€), Aveiro (8,5M€) e Vila Real de Santo António (8,3 M€), Figueira da Foz (7,8M€), Portimão (6,9 M€), Nazaré (5,6M€) e Sines (5,5 M€).

Foi nas lotas e postos da região Sul (Algarve) que se registou o maior valor. Os 34,1 milhões de euros ali transacionados representam uma subida de 6% face ao período homólogo.

Seguiu-se a região Centro Sul (Península de Setúbal e Litoral Alentejano) com 32,1 M€ (-5%), o Centro (de Nazaré a Cascais) com 31,1 M€ (+11%), o Centro Norte (de Aveiro à Figueira da Foz) com 18,4 M€ (+8%), a região de Matosinhos (de Matosinhos a Espinho) com 14,7 M€ (-7%) e a região Norte (de Caminha a Vila do Conde) com 6,8 M€ (+16%).

As principais lotas em volume de pescado transacionado foram Sesimbra (10.324 toneladas), Matosinhos (10.260), Peniche (9.783), Aveiro (5.114), Figueira da Foz (4.866), Sines (3.758), Portimão (3.487) e Nazaré (2.782).

 

NOVO BANCO patrocina os melhores do Turismo em Portugal

O NOVO BANCO, patrocinador bancário exclusivo dos Publituris Portugal Travel Awards, marca mais uma vez presença nesta gala de entrega dos “Óscares” nacionais do turismo, que se irá realizar dia 21 de setembro, no Bom Sucesso Resort, em Óbidos.

Após um processo de nomeação e votação, as melhores empresas e instituições, os melhores prestadores de serviços e os profissionais que mais se destacaram em várias áreas do setor do Turismo, irão ser distinguidos, entre os seus pares, consoante a categoria em que foram nomeados.

O NOVO BANCO, que patrocina há 10 anos este prémio que celebra a excelência no Turismo, continua assim a manter a sua aposta em ser uma referência no apoio às empresas daquele que é um dos setores que constitui um dos maiores pilares da economia portuguesa e para o qual disponibiliza também um conjunto de soluções de apoio às empresas do turismo e à concretização dos seus negócios.

Para marcar este evento que conta com o patrocínio do NOVO BANCO pela décima vez consecutiva, o banco lançou uma pequena campanha de divulgação em imprensa.

 

Francisco Lufinha: “We made it”

Francisco Lufinha completou ao final da tarde de ontem, na marina de Oeiras, a travessia entre os Açores e o continente em kitesurf, dez dias depois de ter saído de Ponta Delgada, percorrendo a distância de 1.646 kms.

A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, recebeu Francisco Lufinha e a alemã Anke Brandt, tendo sublinhado o feito desta dupla, que estabeleceu um novo recorde mundial, agradecendo o exemplo de dedicação ao mar para as novas gerações.

“É um feito notável a vossa determinação, o amor pelo mar e pelos desafios. Fazes mais pela atração do mar relativamente a esta nova geração do que não sei quantas conferências que possamos fazer. Só posso agradecer em nome do Governo e do Estado”, declarou.

A ministra assinou ainda um mapa com o desenho das diferentes travessias de Francisco Lufinha no projeto “Portugal é Mar”, colocando um simbólico ponto final na odisseia de quatro anos do kitesurfer português.

O Secretário de Estado das Pescas, José Apolinário, e a Administração da Docapesca também marcaram presença na receção aos novos recordistas. A Docapesca apoiou a iniciativa no âmbito da valorização do pescado nacional. A cavala foi uma das bases da alimentação dos atletas na Kitesurf Odyssey.

Apesar dos diversos obstáculos que teve de superar, Francisco Lufinha lembrou também alguns momentos positivos e que reforçaram a sua paixão pelo mar: “O feeling de andar à noite no mar, com o reflexo da lua cheia, é espetacular. Sentia-me um Vasco da Gama. É uma sensação sem preço e é por isso que eu faço isto, por esta paixão pelo mar”.

O kitesurfer identificou a quantidade de lixo e plástico encontrados na água como um “problema sério” e que esta preocupação poderá estar na base dos seus próximos projetos.

 

NOVO BANCO celebra protocolo com Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

O NOVO BANCO celebrou hoje um protocolo de colaboração com a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL) que consiste na cedência da Biblioteca de Estudos Humanísticos à FLUL, uma das mais relevantes bibliotecas especializada nos temas do Humanismo Renascentista a nível internacional, propriedade do NOVO BANCO.

A Biblioteca de Estudos Humanísticos reúne um acervo bibliográfico constituído por cerca de 9700 volumes, com exemplares únicos e raros de Livro Antigo, manuscritos do século XVI e textos fundamentais na História do pensamento ocidental.

A partir de dia 1 de outubro de 2017 o acervo completo da extraordinária Biblioteca de Estudos Humanísticos de Pina Martins será alvo de estudo e disponibilidade na Biblioteca da Faculdade.

A promoção, valorização científica e partilha com o público em geral desta rara Biblioteca que faz parte do património cultural nacional foram os principais argumento para a realização deste protocolo entre o NOVO BANCO e a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Em concreto, a Faculdade de Letras considera que, por um lado, o âmbito e os resultados da investigação científica na FLUL poderão ser potenciados e valorizados pelo acesso de investigadores especializados à “Biblioteca de Estudos Humanísticos” (reunida pelo Professor José Vitorino de Pina Martins), e por outro lado, que o apoio científico de especialistas da Faculdade e as atividades e projetos de natureza científica desenvolvidos com base no acesso à biblioteca, se traduzem no acrescento de valor científico à mesma.

Por parte do NOVO BANCO, é do seu interesse dar a conhecer ao público um acervo bibliográfico de que é proprietário, potenciar a sua visibilidade, não só em termos bibliográficos mas, também, à luz da sua constituição como biblioteca particular, assim como no apoio à pesquisa científica, valorizando-o cultural e socialmente.

 

Docapesca lança concurso público para nova vedação de Quarteira

A Docapesca – Portos e Lotas, SA, no âmbito das suas competências de autoridade portuária, lançou um concurso público para a construção de uma nova vedação do porto de pesca de Quarteira, publicado no início deste mês no Diário da República.

O investimento global, no valor de 220 mil euros, tem financiamento do Programa Operacional Mar 2020. Prevê-se que os trabalhos sejam concluídos até ao final de 2017, após a adjudicação da empreitada.

Com este investimento, a Docapesca pretende melhorar as condições de segurança dos utilizadores do porto de pesca e também das zonas adjacentes, nomeadamente nos molhes nascente e poente deste porto situado no concelho de Loulé.

A identificação da necessidade de substituição da vedação existente e de criação de novos troços de vedação foi realizada em cooperação entre a Docapesca, a Câmara Municipal de Loulé e a Junta de Freguesia de Quarteira.