Fundação Mapfre atribui seguros de saúde a voluntários da Re-Food

No âmbito da parceria existente entre a Fundação MAPFRE e a Re-Food, a seguradora acaba de garantir um seguro de acidentes pessoais a todos os voluntários que colaboram com esta associação nos vários núcleos existentes no País.

A partir de agora, são mais de 2.000 os voluntários que vão usufruir deste seguro integrado numa parceria que teve início há três anos, altura em que a Infanta D. Elena de Borbón, Diretora de Projetos Sociais e Culturais da Fundação MAPFRE, esteve em Portugal para assinalar o início desta colaboração e marcar presença na inauguração do Centro Re-Food do Lumiar.

Segundo João Gama, diretor de comunicação da MAPFRE, “é política da MAPFRE, através da sua Fundação, promover atividades altruístas com utilidade social que tenham um papel ativo no desenvolvimento da sociedade. Estamos muito satisfeitos em contribuir para o bem-estar dos elementos que colaboram com uma organização que possui um objetivo tão nobre”.

Além desta parceria com a Re-Food, a Fundação MAPFRE está envolvida em vários outras iniciativas de cariz social, como é o caso da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, no âmbito do desenvolvimento da Quinta Pedagógica do Pousal, um projeto que representa um investimento de cerca de 200 mil euros e que acolhe pessoas com deficiência, ou da colaboração com o Ministério da Educação e Ciência, através do Programa PERA (Programa Escolar de Reforço Alimentar), assegurando, desde 2013, mais de 250 mil refeições a milhares de alunos com carências alimentares.

O Re-Food é um projeto “micro-local” conduzido por cidadãos para responder a necessidades sociais. Surgiu pela mão de Hunter Halder que, ao aperceber-se das carências alimentares vividas por muitas pessoas e da comida em bom estado de conservação que era diariamente desperdiçada pelos restaurantes, começou a recolher refeições e a distribuir por quem mais necessitava.

O número de pessoas que procuram a Re-Food tem vindo a crescer, assim como os restaurantes e empresas que aderem ao movimento, que já resgata mais de 25 mil refeições por mês.

O projeto conta atualmente com 2314 voluntários nos 17 núcleos e apoia diariamente 1726 pessoas. Para conseguir realizar estar tarefa, a Re-Food tem 687 fontes de alimentos, entre os quais restaurantes, cafés e pastelarias.

 

MOV estreia última temporada de Strike Back

“Strike Back”, a série de ação baseada no argumento de Chris Ryan, um antigo soldado e agente especial da Força Aérea britânica e nomeada para um Emmy, volta ao MOV no dia 23 de fevereiro para a sua quarta e última temporada.

O enredo de “Strike Back” baseia-se nas aventuras de uma brigada especial antiterrorismo e centra-se em dois membros de uma ultrassecreta organização antiterrorista conhecida como MI6.

Nos últimos dez episódios, com exibição todas as terças-feiras, às 22h30, os agentes secretos Damien Scott (Sullivan Stapleton) e Michael Stonebridge (Philip Winchester) têm como missão encontrar pessoas desaparecidas em Banguecoque, na Tailândia.

O que poderia ser uma tarefa difícil mas pacífica acaba por revelar-se um caso de dimensões mundiais, com implicações globais. Os dois agentes vão descobrir uma gigantesca e complexa operação terrorista que envolve a máfia russa, os Yakuza japoneses (um grupo criminoso organizado), mercenários europeus e hackers informáticos.

Nesta última temporada da série juntam-se ao elenco Michelle Yeoh (“Marco Polo”), Will Yun Lee (“Sangue Fresco”), Dustin Clare (“Spartacus”), Max Beesley (“Segurança Nacional”) e Michael McElhatton (“A Guerra dos Tronos”).

“Strike Back” é baseada no livro de Chris Ryan, um ex-soldado da SAS (Special Air Services) que ficou conhecido como o único membro da sua unidade a evitar a captura pelas forças iraquianas durante a Guerra do Golfo em 1991. Ryan tornou-se escritor após a sua saída da SAS.

Andy Harries, responsável pela Left Bank Pictures, viu o livro de Ryan numa livraria de um aeroporto, enquanto estava de férias. Apesar de nunca ter chegado a lê-lo na sua totalidade, o produtor apresentou a ideia da série à diretora de programas da Sky, Elaine Pyke, que acabou por aceitar o projeto para a sua estação televisiva. Andy Harries, o produtor de Strike Back, foi também responsável pelos sucessos de “A Rainha”, “Atraídos pela Fama”, “Prime Suspect” e “Cracker”.

No currículo de Philip Winchester (Stonebridge) constam sucessos de séries como “Fringe”, “Robinson Crusoé” e “Camelot” e, nos filmes, “O Patriota”, “In My Sleep” e “Os Thunderbirds”. Sullivan Stapleton (Scott) integrou as séries “Satisfaction”, “Canal Road” e “The Secret Life of Us”, assim como os filmes “Os Condenados”, “No Cair da Noite” e “Um verão para toda a vida”.

 

Levira exporta um milhão de euros em mobiliário para Cuba

A LEVIRA, fabricante português de mobiliário de escritório, foi escolhida para fornecer os 310 postos de internet que a empresa de telecomunicações de Cuba, ETECSA SA, instalou pelo país, num contrato de cerca de um milhão de euros.

O fornecimento do mobiliário previsto nos dois contratos incluiu 2400 cadeiras, 273 secretárias, 310 mesas de trabalho, 187 armários e 188 blocos de gavetas.

Os postos de internet fazem parte da política de disponibilização do serviço público de Wi-Fi recentemente empreendido pela companhia estatal de telecomunicações daquele país da América Central e já está operacional em aeroportos, unidades hoteleiras e turísticas e ainda em algumas lojas da ETECSA, equipando tanto front-office como back-office, complementados com uma vasta gama de acessórios.

Situada em Oliveira do Bairro, Aveiro, a Levira exporta mais de 60 por cento da sua produção, realizada na mais moderna fábrica portuguesa de mobiliário de escritório, com uma área fabril superior a dois hectares (20 mil metros quadrados) e emprega cerca de 200 trabalhadores.

A empresa possui já certificações em Qualidade, em Ambiente, em Responsabilidade Florestal e Ecodesign.

 

 

Canal Hollywood assinala Dia Internacional da Mulher com Nicole Kidman e Cate Blanchett

Para comemorar o Dia Internacional da Mulher, assinalado a 8 de março, o Canal Hollywood preparou um especial de cinema que conta com Nicole Kidman e Cate Blanchett (vencedoras de um Óscar) no papel de mulheres fortes, versáteis e corajosas, para assistir no próprio dia a partir das 21h30.

Silvia Broome (Nicole Kidman, vencedora do Óscar de Melhor Atriz em “As Horas”), uma intérprete das Nações Unidas ouve uma conversa no edifício da ONU e crê que esta se refere à tentativa de homicídio de um governante de uma nação africana. Assim inicia a última ficção do realizador Sydney Pollack, “A Intérprete”, que é também um olhar atual e pertinente sobre a conjuntura política internacional, para ver às 21h30.

Pelas 23h40 é a vez de Cate Blanchett entrar em cena no papel da implacável “Elizabeth”, um filme de Shekhar Kapur, que conta a história da ascenção ao trono da “Rainha Virgem” e a sua luta para impor a religião protestante numa sociedade católica.

Depois de vencer o Óscar pela sua interpretação em “Blue Jasmine” de Woody Allen, Cate Blanchett volta a ser nomeada na categoria de Melhor Atriz pelo seu desempenho em “Carol”. O resultado será revelado no próximo dia 28 de fevereiro, data da 88.ª edição dos Óscares, que terá lugar no Dolby Theatre, em Los Angeles.

 

Protagonistas de “Chica Vampiro” em Portugal

Para comemorar o sucesso da série “Chica Vampiro”, uma das mais vistas no canal, o Biggs trouxe a Portugal os dois protagonistas, Santiago Talledo (Max) e Greeicy Rendon (Daisy), que marcaram presença numa animada sessão de autógrafos, reunindo centenas de fãs no centro comercial Colombo.

As aventuras desta rapariga com uma família de vampiros, que tenta levar uma vida normal juntamente com os companheiros de colégio, alcançou grande êxito na Venezuela, El Salvador, Nicarágua, Bolívia, Honduras, França, Itália, Polónia, Bélgica, Estados Unidos, Panamá, Angola e Moçambique, estando agora a captar a atenção do público português.

A série “Chica Vampiro” acompanha de segunda a sexta às 13h00 e às 19h30, a história de Daisy uma rapariga normal que vê o curso da sua vida alterado por um trágico acidente.

Daisy sonhava ser cantora até ser mordida pelos pais que, com o intuito de a salvar, são obrigados a transformá-la num vampiro, mudando irreversivelmente o curso da sua vida.

 

AMC exibe saga “James Bond”

Pela primeira vez em Portugal, um canal exibe os 25 filmes do agente secreto mais famoso da história do cinema.

A partir de 6 de março, o canal AMC convida os espectadores a passar as noites de domingo na companhia do agente secreto mais famoso do mundo, durante o especial “AMC 007”, uma espetacular retrospetiva de todos os filmes protagonizados por James Bond, desde 1962 até 2012, numa rigorosa ordem cronológica.

Sean Connery, David Niven, George Lazenby, Roger Moore, Timothy Dalton, Pierce Brosnan, Daniel Craig foram os atores que tiveram a honra de interpretar uma das personagens mais icónicas da história da sétima arte e que, até novembro de 2016, vão marcar presença no canal AMC.

Qual deles foi o melhor James Bond? O mais sedutor? O mais elegante? O mais convincente? Os fãs da saga vão poder confirmar tudo isto durante os 25 filmes que serão exibidos, pela primeira vez num só canal em Portugal, ao longo de 2016.

O especial “AMC 007” arranca a 6 de março, pelas 22h10, com a exibição de “Dr. No”, a primeira longa-metragem de 007 que mistura espionagem, ação e aventura, realizada em 1962 e baseada no livro homónimo de Ian Fleming.

Neste filme, realizado por Terence Young e protagonizado pelo ator escocês Sean Connery, James Bond, um espião ao serviço de Sua Majestade, é enviado à Jamaica para investigar o desaparecimento misterioso de um agente britânico. As investigações de Bond vão levá-lo ao Dr. Julius No, um estranho cientista com um plano maléfico para destruir o programa espacial dos Estados Unidos. À medida que a contagem descendente para a destruição começa, Bond encontra a bela Honey Ryder (Ursula Andress) e confronta o megalómano vilão na ilha do seu maciço quartel-general.

O sucesso de “Dr. No” criou um assombroso número de fãs e certos detalhes do filme ficaram famosos para sempre, tais como a bebida favorita de James Bond, vodka – martini batido mas não misturado; a famosa frase de apresentação – “O meu nome é Bond… James Bond”; os incríveis engenhos e carros (normalmente da marca Aston Martin) e as eternas e sedutoras bond girls, neste filme representadas por Ursula Andress numa famosa cena em que sai do mar.

 

 

Biópsia das Vilosidades Coriónicas tem taxa de 100% na Joaquim Chaves Saúde

A Joaquim Chaves Saúde assume-se como uma referência no estudo das Biópsias das Vilosidades Coriónicas (BVC), uma técnica invasiva de diagnóstico pré-natal, traduzida numa taxa de sucesso de 100%, com resultados mais correctos e mais rápidos.

A Biopsia das Vilosidades Coriónicas permite avaliar o material genético fetal e rastrear doenças genéticas específicas. O exame consiste na recolha de uma pequena amostra de tecido placentar (vilosidades coriónicas) através da qual se avalia o material genético fetal, que permite identificar alterações cromossómicas como a trissomia 21, 13 e 18. A BVC é realizada entre as 11 e as 14 semanas de gravidez.

Os resultados do diagnóstico de aneuploidias (DRA), relativo ao estudo das trissomias dos cromossomas 21, 13, 18 e cromossomas sexuais, são obtidos no dia da punção ou no dia seguinte ao da colheita. O resultado do cariotipo fetal definitivo é obtido entre 5 a 7 dias após a colheita.

O Serviço de Genética Médica do Laboratório Dr. Joaquim Chaves desenvolve, desde 2008, metodologias próprias e específicas ao processamento das amostras fetais.

A especialização permitiu-lhe ser o primeiro laboratório privado a disponibilizar o estudo laboratorial das BVC a unidades hospitalares públicas e privadas de referência.

 

AMC estreia ‘O Gerente da Noite’ com Hugh Laurie (Dr. House)

O canal AMC estreia em 24 de fevereiro, às 22h10, em exclusivo em Portugal, ‘O Gerente da Noite’ (The Night Manager), a nova série protagonizada por Hugh Laurie (Dr. House) e Tom Hiddleston (The Avengers) baseada na obra de John Le Carré.

Com seis episódios, esta versão contemporânea da obra de espionagem de John Le Carré retrata as aventuras do ex-soldado britânico Jonathan Pine (Tom Hiddleston), recrutado pela agente secreta Angela Burr (Olivia Colman) para se infiltrar no círculo de confiança do empresário Richard Onslow Roper (Hugh Laurie) fazendo estalar a aliança que este criou entre os serviços de inteligência e o tráfico clandestino de armas.

Para chegar ao coração do imenso império de Roper, Pine deverá resistir aos interrogatórios de Mayor Corkoran (Tom Hollander) e aos encantos de Jed (Elizabeth Debicki), a preciosa namorada de Roper. Com o objetivo de fazer aquilo que considera correto, Pine terá de converter-se num criminoso.

John Le Carré, Simon Cornwell, Stephen Cornwell e Stephen Garrett são os produtores executivos. O escritor David Farr assume também o cargo de produtor executivo, tal como a vencedora de um óscar, Susanne Bier, que é também realizadora.

‘O Gerente da Noite‘ (The Night Manager) é uma coprodução entre AMC, BBC One e The Ink Factory.

 

Banco Finantia em 1º lugar em solidez financeira e rentabilidade

De acordo com o Ranking 2015 “Top 1000 World Banks” efetuado pela revista britânica The Banker, o Banco Finantia é, de entre os 11 maiores bancos a operar em Portugal e incluídos naquela lista, o que apresenta rácios mais elevados de solidez financeira e de rentabilidade (“Financial Soundness” e “Performance”).

É a segunda vez consecutiva que o Banco Finantia obtém este resultado no indicador solidez financeira, sendo que este ano conseguiu também um primeiro lugar nos indicadores de rentabilidade dos ativos e do capital (“Return on Assets” e ”Profits on Capital”).

O ranking dos Top 1000 bancos mundiais é baseado nos dados financeiros a 31 de dezembro de 2014. O estudo/ranking efetuado pela The Banker assentou em critérios objetivos, tendo sido utilizados vários indicadores: Dimensão, Solidez Financeira e Rentabilidade.

Fundada em 1926, a The Banker é a mais importante publicação do setor bancário, com uma distribuição alargada a mais de 180 países.

 

Joaquim Chaves na vanguarda da Mamografia 3D

A Clínica de Miraflores da Joaquim Chaves Saúde tem um novo mamógrafo que permite a realização de tomossíntese em todos os exames. A tomossíntese é a mais moderna técnica de mamografia digital que permite analisar, em três dimensões – mediante cortes de 1 mm – todo o volume da mama. Esta técnica tem a vantagem de permitir detectar lesões que poderiam passar despercebidas nos exames tradicionais e com menor dose de radiação.

Do ponto de vista do paciente trata-se de um exame idêntico à mamografia, mas que, em poucos segundos, fornece imagens de vários ângulos e é menos incómodo para a mulher porque exerce menos compressão da mama.

Apesar de inovadora em Portugal, a eficácia desta técnica foi testada com uma amostragem de 500.000 mamografias realizadas com e sem tomossíntese. O estudo, realizado nos Estados Unidos em 13 hospitais, com 139 radiologistas, identificou um aumento na deteção de cancro da mama e uma diminuição no número de exames complementares.