BANCO FINANTIA AUMENTA LUCROS PARA € 30,7 MILHÕES

O Banco Finantia  registou um lucro líquido consolidado de €30,7 milhões em 2016, um aumento de 11% face aos € 27,6 milhões apurados no ano anterior.
O produto bancário, líquido de imparidades e provisões, subiu de €62,8 milhões em 2015 para €65,2 milhões em 2016. Os custos operacionais situaram-se em €22,6 milhões, colocando o rácio de eficiência (cost-to-income) em 28%, um dos melhores entre os bancos europeus.
Os depósitos de clientes aumentaram 9% face ao registado em 2015 (€679,6 milhões) para um total de €740,4 milhões, prosseguindo a estratégia de uma maior diversificação das fontes de financiamento.
Os ativos totais situaram-se em €1,8 mil milhões, um aumento de 2% face ao ano anterior, tendo o banco reforçado a sua solidez financeira: o rácio de capital (CET1) (Implementação Total) aumentou para 23,6% de 22,3% em 2015, um dos mais elevados do sector bancário na Europa.
O enfoque geográfico do Banco Finantia continua a ser Península Ibérica, América Latina e países da CEI (Comunidade de Estados Independentes). As suas principais unidades operacionais são um banco em Portugal, um banco em Espanha, broker dealers em Londres e Nova Iorque e escritórios em São Paulo e Malta.
Na atividade de Corporate & Investment Banking o Banco Finantia esteve durante 2016 envolvido em transações relevantes no mercado Português, destacando-se a aquisição da Tertir pelo Grupo Yildirim no maior investimento (cerca de €300 milhões) por uma empresa Turca em Portugal.
Na área de mercados de capitais o Banco realizou diversas operações de dívida de empresas alargando o número de emitentes de base nacional.

 

Publicado em BANCO FINANTIA.